21 outubro 2008

Poesia Erótica N° 1

[Falando DELA]
Sua pele em brasa me queima,
E provoca sensações libidinosas em meu corpo,
Não consigo conter o teu afago,
Tento lhe afastar do meu corpo,
Pois sei que não quero,
Não devo,
Não posso...
...me excitar.

[ELA falando]
À noite o calor queima em meu peito e transcorre para os meus quadris,
Meu senhor esta chegando para me possuir nessa cela, onde eu estou presa, e satisfazer as suas fantasias,
Sinto ansiedade e medo,
Pois apesar de minha excitação que em ebulição faz meu corpo entrar,
Eu não consigo me libertar da repulsa que há dentro da minha mente ao pensar no meu senhor,
Eu sei que eu, como sua mercadoria, comprada a peso de ouro, não devo hesitar em lhe satisfazer,
Mas só de pensar em sua pele, eu tenho agonia,
Não quero, mas um banho eu devo tomar, para o meu corpo poder esfriar.

[O SENHOR falando]
Nunca vi tanta ternura,
Não sai de minha cabeça seu corpo lindo e que me faz querer pecar das maneiras mais terríveis,
Lembro de Marques de Sade, e em tudo que eu preparei para essa noite,
Tudo de imaginável eu já premeditei,
De uma vez por todas preciso beber esse “copo d’água” e saciar meu corpo sedento,
Já me confessei previamente com o padre,
E já comprei meus objetos para me penitenciar,
Mas hoje à noite, mesmo com medo do olhar de Deus, eu hei de pecar.

[UM DESCONHECIDO falando]
Naquela noite, enquanto passava pelo calabouço, ouvi,
Gemidos, gritos e sussurros,
Além de expressões desesperadas de dor,
Nunca descobri quais eram as pessoas que ali estavam naquele dia,
Não sei com precisão o que aconteceu aquele dia,
Mas ao certo, me excitou.

PS: eu tenho que parar de ver esses filmes eróticos disfarçados de cult como Saló Ou Os 120 Dias De Sodoma.

7 argumentos:

artificio_al disse...

Haaaaaaaaaaaa
sabia que vc leva jeito pra esse lance de poemas eroticos fauhfaufhaf

Para de ver esses filmes
seu seu
SAFADOOOOOOOOO

Law disse...

foi só você que gostou desta merda,rs

os outros que leram no Orkut reclamaram que ta muito leve.

acho que querem um extremamente pornográfico cheio de detalhes, para não precisar imaginar!!!

Gaia disse...

rsrssss
Law, eu gostei, gostei mesmo!
E mais, acho até isto daria uma ótima história, de verdade. Uma escrava do prazer embriaga de tesão e ao mesmo tempo repulsa, um senhor que sabe de seus pecados mas mesmo assim não consegue parar de comete-los, de querer possui-la, um outro homem que apenas os escuta desejanbdo a mulher para si e quem sabe até toma-lá algum dia em que envadisse este castelo... Nossa me encheu de imaginação rsss
Gostei muito, ah e mesmo que queiram algo mais pesado eu sei q vc é capaz de lhes dar rsss

Law disse...

que bom!
uma pessoa com um blog fantástico que fala de sexo entendeu a ideia da poesia e usou sua imaginação!

fiquei bem mais feliz agora,rs

artificio_al disse...

Muito leve?
pra mim ta bao hfauhfauhf

• Eu to apaixonada vai la ver o meu hfauhfuafh

uiiii


•se fica pesado vira porno FATO
mas eu gosto assim ouuu
quero mais
hehehe


Beijos

Lady of Roses disse...

Da hora, está bom assim, não é tão sútil é bem insinuante, só é sútil para os viciados em porno-xanxada xD.
Está bem da hora, por que nos faz voltar ao tempo do Brasil colônia, com as escravas e seus senhores, e o que nos faz chegar a essa sensação é justamente a linguagem comedida.Se fosse uma linguagem mais aberta, perderia a graça, ficaria algo muito Buttman.
E é claro que a Camila ia entender, já viu essa aí não entender de sexo?
xD

Costurando em ponto. disse...

Gostei de como pecou no pensar, ousou e se inclinou ao ato!...


Uma maneira gostosa e explícita de ver a ação de uma cena.


ps: Ah, adorei o desfecho.