26 julho 2009

Se Foi

Ela se foi

Assim como a primavera ela se foi
Repentinamente, como um vento frio que entra pela aresta da janela diretamente no hideograma tatuado em meu pescoço, ela se foi
Não me deu chance alguma de despedir-me, partiu, virou, bateu forte a porta e se foi.

Olhei me no espelho e notei meu reflexo incompleto, meu corpo distorcido
Meu olhar distante, profundo e vazio
Não era um olhar famoso como o de Thom Yorke ou Jean Paul Sartre
Era um olhar que não levava a nada.

Passei a tarde a dormir tentando reaver o que eu perdi
Mas onde procurar se eu não sei o que perdi?

O tédio era mais forte do que eu
E assim como a esperança, isso foi ela que se foi
Eu decidi me ir
Abri a janela, tirei a roupa, fiquei nu e me fui

Uma coisa no futuro não poderão dizer:
“Aqui jaz esperança”

2 argumentos:

Escuteseusolhos.blogspot.com disse...

Olá,meu nome é Cleiton Benkendorf e sou dono do blog http://escuteseusolhos.blogspot.com.
Gostaria de solicitar uma parceria com troca de links,o que você acha?
Abraço

Katrina disse...

aqui jazz meu coração.