16 outubro 2009

O filme da minha vida

Se minha vida se transformasse em filme, seria um cult/alternativo, daqueles que poucas pessoas gostam de ver (eu gosto \o/).


Poderia ser um longa, média ou curta metragem, depende de quem o dirigisse e quais pontos seriam escolhidos pra entrarem pro roteiro.


Uma coisa eu já afirmo, a trilha sonora iria ser imensa, não sei, mas talvez fosse melhor nem sair em vinil ou CD, deveria sair no formato digital, mas nada de pendrives ou CDs/DVDs de MP3, necessitaria de um HD com muitos gigas, afinal, como eu costumo dizer:


A música é o que me mantém vivo


Quanto à cor, eu acho que poderia ser algo no estilo “O Mágico De Oz” e “Alice Na Terra Dos Ácidos”: começa em preto e branco e depois fica colorido, mas eu acho que prefiro que comece em sépia.


Gostaria que fosse feito por um bom roteirista e um bom diretor, que não inventasse nada demais, nada cheio de glamour e efeitos especiais (ou seja, longe dos estúdios de Hollywood POR FAVOR), que apenas retratasse a vida, que na maioria das vezes nem é muito interessante (inclusive a vida daquelas pessoas que “se acham” hiper legais, animadas e tal [vejo umas coisas no Twitter que as pessoas escrevem como se fosse algo fundamental pra sua existência, mas pra mim não passa de “pura merda”] muitas vezes tem um vida “de merda”, não tem relevância alguma no contexto mundial, mas elas acham que sair quase todo fim de semana ou todo dia é algo maravilhoso e fundamental {e sim, eu estou escrevendo isso pensando especificamente em 2 pessoas que eu sigo}).


O elenco seria bem generoso, mas seria bem “flutuante”, com muitas personagens temporárias e poucas fixas. Visto que conheci diversas pessoas ao longo da vida, porém tenho pouco ou nenhum contato com a maioria delas (por culpa minha, acho que me acostumei ao desapego,rs), e sei que ainda entrarão e sairão tantas outras.


O final do filme? Eu não sei como será, mas espero que deixe tudo bem explicado. Espero que não seja nada apocalíptico.


E por favor, não quero ver o bonequinho do jornal O Globo aplaudindo meu filme e também não gostaria de ver o meu filme ganhando Oscar.

3 argumentos:

Carol Rodrigues disse...

O filme ia ser bem louco que nem vc?

Ave

artificio_al disse...

Ia ser um filme porno FATO hahahahha

Law disse...

Uma me chama de louco, e a outra de tarado!

É porque elas não me conhecem direito!