12 setembro 2008

Ontem Eu Não Era Eu

Perdido em delírios eu estive a rodar, sai pela rua, perdido, com frio e as imagens vinham à minha cabeça. Eu não sabia mais o que fazer, decidi correr para Biblioteca Nacional e ler afim de me concentrar, não consegui, os delírios ainda habitavam a minha cabeça, não consegui terminar a primeira frase do livro, o livro que havia escolhido era O Príncipe de Maquiavel, tentei por três vezes ler a frase inicial do livro: “Todos os Estados, todos os governos que tiveram e têm autoridade sobre os homens, foram e são ou repúblicas ou principados” , mas não obtive sucesso.

Pensei, já que é pra se sentir mal, que eu faça direito.
Fui a um bar onde tomei várias cervejas, e conheci um homem que me perguntou gentilmente se eu queria fumar um baseado com ele. Achei que ele ia dar em cima de mim, mas não, para minha sorte ele só queria companhia. Após fumar, sai de lá muito doido e passando por um estranho cinema onde estava começando naquele exato momento “um clássico nacional”: Oh! Rebuceteio, um filme de 84, passando hoje? Não entendi, mas não estava entendo muita coisa naquela noite mesmo.

(Em Maio de 1984 o diretor Cláudio Cunha estreiou o filme OH! REBUCETEIO com atrizes de ponta da então pornochanchada como Eleni Bandettini (Letícia), a obra se tornou um marco do cinema erótico brasileiro, com suas cenas de sexo explicito, mulheres um pouco mais peludas, sem silicones, e sem o uso de preservativos, tomadas de cenas espontâneas, tudo muito natural e cheio de realismo, nascia ai o sucessor do cinema novo e da pornochanchada brasileira. OH! REBUCETEIO foi um dos precursores do sexo nas telas do Brasil, correu mundo com o realismo de suas cenas, conquistando assim um lugar de honra na história do cinema erótico brasileiro.)

Sai de lá com uma estranha sensação que me remetia a calor, frio, excitação e medo, não consegui entender bem o porquê. Passando pela rua a caminho de casa, esbarrei com uma conhecida, que vendo minha expressão com um “estranho semblante”, perguntou:
- foi bom?

Eu sai correndo envergonhado sem responder, cheguei em casa e dormi profundamente.

Acordei hoje cedo com o barulho do caminhão de gás. Não me lembro de nada, a única coisa que sei é que ontem eu não era eu.

7 argumentos:

Decinho Monte Alegre disse...

Velho... você é mais conturbado do que eu esperava!!!

Mas enfim, porque você não chamou sua amiga para fazer algo interessante?! Como por exemplo reproduzir algumas cenas do filme?!

Abraços...

Vivendo Solteiro - Aqui, ser solteiro é algo muito interessante.

http://vivendosolteiro.blogspot.com

C.J disse...

E cara, ja tive assim tambem...ja me achei perdido em bares,com o celular desligado,pouca coisa na carteira e muita na cabeca.

Ainda penso se aceitaria um baseado se me oferecessem...acho que nao.Sei la, nem sou muito de conversa.

Porra,maluco.Ainda esbarrou com conhecida na rua,ai e foda.Segunda feira so historias pra contar.

Caique Almeida

http://uklafayette.blogspot.com/

Rick Blood disse...

Um dia quem sabe eu posso encontrar uma nova civilização por querer ficar tão fora de min assim
Talvez eu fique e eu possa te encontrar pra quem sabe querermos nos guiar
Acho que na verdade somos tão perdidos naturalmente q quando fazemos esse tipo de coisa ,isso acaba tendo o efeito contrario do que deveria ter
Mais gosto dessa sensação de naum poder controlar meus musculos
pq eu ja estou enjoado d+ de pensa-lo em movelos em função de algo q na realidade no fim eu naum vou gostar!!

abraços!!

artificio_al disse...

O Blog é seu Law?

parece eu escrevendo hahaha

artificio_al disse...

fhuahfuahfufh
vc era vc qnd tava falando comigo no msn? pq vc tava bebado tbm, deve ter acontecido no mesmo dia
hfuahfuafhuafufa

MEDO

Pedro Pyratero disse...

Velho... você é mais conturbado do que eu esperava!!! [2]

Mas eu nunca vi esse rebocuteio... sempre quiz ver! mas perco sempre os horarios do canal brasil! pena!;/

http://pedropyratero.blogspot.com/

HoneyBee disse...

E eu achando que meu último post era por definição a proclamação de uma mente conturbada...