27 junho 2008

O Anti-Social (Parte 1, talvez)

Estou me arrumando, nesse momento de calça, meia e o pé direito quase dentro do tênis, para ir a uma "festa". No entanto isso não é muito comum na minha vida. Bom parei de escrever e terminei de me arrumar. Sair de casa para ir a "eventos sociais" não é uma coisa muito comum na minha vida. Eu sou chato, anti-social, tenho medo de conhecer pessoas novas, entre outras coisas.

Contudo fui convidado para a "festa" de uma mulher que eu não conheço muito bem, estive com ela umas 3 vezes. Como sou um bom anti-social não ia fazer porra nenhuma nessa sexta, então combinei com um amigo (que tem mais intimidade com ela e me ligou agora) pra ir com ele.

Eu tenho medo de conhecer pessoas novas, acho o mundo e o ser humano muito estranho e complexo pra mim. Eu não me sinto parte dele (do mundo)!

Bem, vou lá, depois termino isso...ou não.

(fui e voltei muitas horas depois)

Tô cansado não vou mais escrever sobre o anti-social por hora, aliás chega de escrever, quem sabe depois que eu acordar eu não termino isso com menos alcool na cabeça.

(após acordar)

O Anti-Social

Pra quê sair pra ir a algum lugar quando você esta bem em casa?

Tem várias vezes em que você esta bem, em casa, ai resolve fazer alguma coisa pra melhorar. Alguém te chama pra sair, você acaba aceitando e depois se arrepende (pelo menos comigo é assim), pois estava melhor em casa. Fora quando você tem uns amigos loucos que te levam pra alguns lugares onde você nem imagina onde é, e dependendo da sua alienação e do que você tenha feito antes de sair, você se "perde" no caminho e não faz ideia de como chegou aquele lugar, e quando chega tudo que você quer é sumir. Acha tudo estranho, as vezes parece estar em outra dimensão, "observando" tudo aquilo do alto, parece que você não esta participando daquilo (claro que ajuda a isso acontecer quando você não esta "puro") e tudo que você quer é voltar pra casa, de onde você não devia ter saido.

Bem,
cansei de escrever, comecei ontem e terminei hoje, não consigo desenvolver mais nada, um dia quem sabe eu escrevo a parte 2!

1 argumentos:

Maria Duda :) disse...

É eu me sinto igual a você com relação a sair de casa, mesmo sendo extrovertida e fazendo muitas amizades, me tirar de casa é uma tarefa quase impossivel, não acho o mundo lá fora atrativo, dá bem mais trabalho ser anti-social, ao invés de pensar na roupa pra ir no bar no sábado a noite, você pensa em filmes, livros, coisas pra escrever talvez por tanto trabalho é que a gente acaba mesmo ficando em casa e não fazendo nada, cuidado com isso de se chamar de chato o tempo todo, pode virar verdade, porque até agora vc não é chato, sério, só é pacato, não precisa ser extrovertido pra ser legal, você seria um bom colunista, :* Law.